O que são Pólipos de cólon?

polipos-colon-01

Pólipo Pediculado

Pólipo Séssil

Os pólipos do cólon são formações que surgem na camada que reveste o interior do cólon ou intestino grosso. Alguns pólipos aparecem como protusões em forma de cogumelo suportadas por um pedículo (pólipos pediculados). Outros surgem como crescimentos aplanados da mucosa (pólipos sésseis).

É importante destacar alguns pontos:

  • Pólipos são comuns (ocorrem em 30 a 50% dos adultos);
  • Nem todos os pólipos se transformam em câncer;
  • Alguns anos são necessários para que alguns pólipos se transformem em lesões malignas;
  • A maioria dos pólipos podem ser removidos de forma completa e segura.

Os pólipos de cólon são comuns em homens e mulheres de todas as etnias que vivem em países industrializados, sugerindo que fatores dietéticos e ambientais têm um papel importante no desenvolvimento dessas lesões. Alguns fatores de risco são citados abaixo:

  • Dieta rica em gorduras;
  • Dieta rica em carne vermelha;
  • Baixa ingesta de fibras;
  • Tabagismo;
  • Obesidade.

polipos-colon-04

Noventa porcento dos casos de câncer colorretal e pólipos ocorrem a partir dos 50 anos. Dessa forma, a prevenção do câncer colorretal deve ser iniciada a partir dos 50 anos em ambos os sexos.

Fatores genéticos também são importantes no desenvolvimento dessas lesões. Qualquer história de pólipos ou câncer colorretal na família deve ser informada ao médico que acompanha o paciente, sobretudo se o câncer acometeu parentes de primeiro grau, jovens ou múltiplos membros da família. De forma geral, a prevenção do câncer colorretal começa de forma mais precoce nos pacientes que têm história familiar de pólipos ou câncer.

Os tipos mais comuns de pólipos de cólon são os hiperplásicos e os adenomatosos. Os pólipos hiperplásicos geralmente são pequenos, localizados, sobretudo, na porção final do intestino grosso e no reto e, virtualmente, não possuem risco de se transformarem em lesões malignas. Já os pólipos adenomatosos correspondem a dois terços de todos os pólipos e, alguns deles, possuem potencial de malignização.

Os pólipos de cólon geralmente não provocam sintomas e podem ser detectados durante os exames de prevenção de câncer colorretal, como a colonoscopia ou retossigmoidoscopia. A colonoscopia é o melhor exame para avaliação do cólon porque permite que o médico possa ver a mucosa de todo o cólon e reto e permite que o mesmo remova a maioria dos pólipos que são encontrados (ocasionalmente, pólipos grandes precisam de ser removidas durante um procedimento separado).

polipos-colon-03

Geralmente, após a ressecção de pólipos, recomenda-se repetir a colonoscopia após alguns anos. Esse intervalo vai depender de alguns fatores:

  • Se foi possível examinar todo o cólon;
  • Características microscópicas dos pólipos ressecados;
  • Número e tamanho dos pólipos;
  • Qualidade do preparo do cólon durante a colonoscopia.

 

Dra. Jamile R. KalilDra. Jamile R. Kalil
· Especialista em Endoscopia Digestiva pela Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva.
· Especialista em Gastroenterologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).
· Médica do Centro de Diagnóstico em Gastroenterologia (CDG) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *